Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estrela Poesia

A vida se faz caminhando,cada dia cada hora é único,mas sempre de mão dada com o amor

Estrela Poesia

A vida se faz caminhando,cada dia cada hora é único,mas sempre de mão dada com o amor

Lua Companheira

Lua companheira do espaço,
onde a noite é mais noite
e o silêncio dorme,encostado
as estrelas, vagabunda da solidão
onde o cansaço espreita o asfalto.
Lua companheira da desventura,
sofrimento, da aucênsia e
distancia, do aconchego
da vida e longe do abraço.

 

Lisa 27/01/2010

 

A luz e a Flor

Á luz do dia eu seria uma flor

que desabrocha em nosso ser,

a minha flor de hoje seria um

narciso amarelo como a amizade

ou um amor-perfeito como um sonho!

 

Lisa 21/01/2010

Carta

Vou escrever, uma carta de amor!
de papel de cor...talvez, mas de amor
Dizer bem no fundo o meu sentir
quando em voz dolente ou calor.
Mas falar, falar muito de amor.

De como sinto a madrugada
da lágrima que cai  calada,
Vou escrever palavras,molhadas
que cai no rosto, ou desgosto no coração

Que um dia escrevi, uma carta.
Com saudade dizer! eu te amo amor

 

Lisa

Beijo de amor

Beijo de amor pode

Percorrer o corpo ser ardente

Invadi-lo pode ser selvagem

Pode ser constante, presente

Ter o sabor da aventura

Conhecer segredos, ter enredos

Ter sabor a maresia a feno

Sabor arrebatador de silêncio

Com sabor a tristeza, paixão 

Mas pode ferir para sempre o coração

 

Lisa

Hoje!

 

Hoje encontrei o teu nome
gravado no rochedo da nossa saudade,
os beijos trocados no silencio da tarde
e a flor seca no velho livro,de ti sinto
a saudade e o espaço dos sonhos


Lisa

 

Silêncio

É no silêncio da noite que olhamos a lua
e nosso ser se abstrai, nem um apelo sentimos,
nem mesmo aquela estrela podemos apanhar.
Só silêncio nada mais, e nesta simples atitude
o sonho é mais nosso, e mesmo distante nem
Com esforço o conseguimos alcançar
 

Lisa

 

Momento

Neste momento só preciso de ser

o sol que aquece o coração

o sonho que comanda a vida

Mas preciso de ti, para te amar

sentir o respirar do peito

onde me acolho e deleito

neste momento só preciso de

ter, o afecto das horas que vivo

e respiro, para sentir o meu ser.

 

Lisa 03/01/2010