Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estrela Poesia

A vida se faz caminhando,cada dia cada hora é único,mas sempre de mão dada com o amor

Estrela Poesia

A vida se faz caminhando,cada dia cada hora é único,mas sempre de mão dada com o amor

LINDA MAGIA

Linda magia,lhe chamei um dia
da mesma se formou a melodia
Poderia lhe chamar uma flor
Um destino,aventura ou Amor
Poderia ser nuvem em manha,fria
Ou lua cheia,depois da noite escura
Poderia ser um abraço,á procura!
Ou uma onda de mar,para te amar
Pequena flor,para ti meu Amor

LISA/1994

Alma Sonhadora

A minha alma tem o poder do amor
Da paixão da música,e palavras
Tem o poder da esperança,da criança
Uma chama de calor,que ilumina


O caminho! me fez correr,seguir destino
Ilumina meus paços,abraços tem força
Me afasta da solidão do mal, escuridão
A minha alma tem a força do abraço


Sincero e terno,do encantamento dum olhar
Do simples cantar,do passaro da água
Que corre no rio, da neve do frio do luar
Como de um belo desfolhar de uma flor

Lisa/estrelapoesia

Chora Violino

Chora e grita violino

O teu sentir dolente

Da alma a fugir

Triste a tua melodia

 

 

Tocaste forte

De Amor e dor

Mas senti o vivrar

Um dia te vi chorar

 

 

Lisa/estrelapoesia

 

 

 

Vou Deixar

Vou deixar, que o sono vença

Esta insónia de pensar em ti,

Da alegria e faina do dia

Vou espreitar o sol nascer

O horizonte e vencer, o dia

Como se fosse um amante

Vou criar, infantizar o sonho

Onde os beijos fossem flores

Tentar dormir, dizer boa noite

Poesia, boa noite meu AMOR!

LISA/Estrelapoesia

A Estrela


Vi uma estrela tão alta,
Vi uma estrela tão fria!
Vi uma estrela luzindo
Na minha vida vazia.

Era uma estrela tão alta!
Era uma estrela tão fria!
Era uma estrela sozinha
Luzindo no fim do dia.

Por que da sua distância
Para minha companhia
Não baixava aquela estrela?
Por que tão alta luzia?

E ouvi-a na sombra funda
Responder que assim fazia
Para dar uma esperança
Mais triste ao fim do dia

Manuel Bandeira

AMOR VERDADE

Se me amas de verdade e sinceridade

Pois dá-me tua mão ao som da melodia

Que se chama amor! Que tem nostalgia

De pensamento e alento,como uma flor

Do canteiro da felicidade,mas verdade

Pois este amor sem fim,eu ficaria assim

Agarradinha a ti e respirar: De alegria

 

Lisa/estrelapoesia

Amar

Haverá entre o Homem e mulher
Limite para amar, e sonhar
Se calhar não! só a pensar e
 No sono ao acordar, estar lá
Em sonhos! na noite, na claridade
num alegre despertar, sorrir falar
Pois amar é partilhar, se entregar
Nada receber e sim dar, seja este sonho
Dum interno despertar, mas sempre Amar.

 

Estrelapoesia/ Lisa

Música

Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."

Clarice Lispector

Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda

Mário Quintana

 

Dobre

Peguei no meu coração

E pu-lo na minha mão.

 

Olhei-o como quem olha

Grãos de areia ou uma folha.

Olhei-o pávido e absorto

Como quem sabe estar morto;

com a alma só comovida

Do sonho e pouca da vida

Fernando Pessoa

Pág. 1/2